O que são raças afinal?


Se lhe perguntarem quantos oceanos há no mundo o que responderá? Provavelmente responderá cinco. Mas a resposta, lamento, estará errada. Só há um.

Do mesmo modo que se lhe perguntarem quantas raças há, a resposta correta só pode ser: uma! Contudo, e infelizmente, continuamos a usar um conceito errado que não tem qualquer fundamento científico, biológico ou genético.

Não existem raças, a não ser a raça humana. Enquanto não abandonarmos este conceito inútil que se refere apenas a uma construção social, continuaremos a acentuar a categorização que exclui em vez de incluir, divide em vez de associar e, mais triste ainda, a dizer implicitamente que uma mulher sueca e um homem moçambicano, por exemplo, não podem procriar, porque, tal como o cão e o gato, são de raças diferentes. Ora como todos sabemos isso é uma grande tolice!

Temos de nos livrar de vez desta ideia errada que nada explica a não ser uma referência a características resultantes de um longo processo adaptativo dos seres humanos depois do "grande salto em frente" de África. De resto, somos todos Africanos!

Quem é que ainda não entendeu isto? É preciso fazer um desenho?

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Krisis

Krisis significa originalmente decisão. É um termo grego importado da medicina significando o momento decisivo ou de viragem que possibilitava o diagnóstico. Nos tempos atuais, curiosamente, a noção d

Teorias da conspiração

O que motiva as pessoas a acreditar em  "teorias da conspiração"? 1) Gostamos de boas histórias; 2) Não gostamos de explicações simples para problemas complexos; 3) Necess